Escritor Ronaldo Barcelos visita escola em Curicica – Zona Oeste do Rio de Janeiro

Alunos estão encantados com os Guerreiros da Amazônia

Na tarde quarta-feira (29), o autor da trilogia Amazon – Guerreiros da Amazônia, esteve na escola Lar de Angélica II, em Curicica, Zona Oeste do Rio para uma roda de conversa e autografar os livros. Os alunos leram o volume I da obra e ficaram muito empolgados com a história e com a grandiosidade da floresta Amazônica. Super-heróis com poderes fantásticos, armaduras sagradas, animais da fauna amazônica unidos em uma só voz: salvar a floresta Amazônica da devastação provocada pela ganância do homem. Esses temas chamaram a atenção de alunos do 5º e 6º ano que frequentam a casa de apoio da escola Lar de Angélica.

O livro foi apresentado às crianças através de uma professora voluntária.
A recepção por parte dos alunos não poderia ter sido melhor. Nas primeiras páginas eles já ficaram entusiasmados com a ideia de os heróis serem brasileiros e de lutarem para defender as riquezas do próprio território. A obra serviu de apoio para o aprendizado de outras disciplinas como história e geografia. “Eles não sabiam muita coisa sobre a Amazônia e nem sobre a região norte e com os livros eles ficaram muito empolgados em querer saber mais sobre a cultura, a história e foram instigando a gente a trazer mais informações pra ele”, afirmou a professora Larissa Leite.

Quando Ronaldo chegou na sala de aula as crianças vibraram!! Abraçaram e cumprimentaram o autor. A maioria estava com o livro nas mãos e mostraram seus heróis preferidos. As crianças fizeram perguntas, comentaram sobre o que mais gostaram durante a leitura. Foi uma ótima troca de conhecimentos entre autor e os leitores.

Um dos alunos, Flávio, de 11 anos, comentou que depois de ler o livro ficou mais atento com as questões ambientais e agora procura fazer a sua parte para ajudar na conservação do planeta: “Eu agora não jogo mais o lixo na rua! E digo para os amigos não jogarem também”, afirmou. Após a roda de bate-papo foi oferecido um lanche com comidinhas típicas da região norte, como salgadinhos de cupuaçu, suco de açaí, castanhas-do-Pará e bolo de macaxeira. Utensílios típicos do artesanato amazônico foram expostos e os alunos puderam conhecer um pouco mais da cultura e culinária nortista.

Texto por Ana Carolina Maia para a revista Plurale

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *